BRASIL MAIS PRODUTIVO


 

O programa Brasil Mais Produtivo é uma resposta ao dilema da baixa produtividade da indústria brasileira. Estima-se que atenderá 3 mil empresas industriais de pequeno e médio porte em todo o Brasil, com o objetivo de aumentar a produtividade em 20%. O programa – que terá coordenação técnica do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) – prevê modificações rápidas e de baixo custo nas empresas para alcançar ganhos expressivos de produtividade por meio de técnicas de manufatura enxuta.

O conceito baseia-se na redução de 8 tipos de desperdícios: superprodução, tempo de espera, transporte, excesso de processamento, inventário, movimento, defeitos e intelectual.

A iniciativa, sob coordenação do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), tem como parceiros, além do SENAI, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

 

Vídeo explicativo do Piloto do Programa

 

Trata-se de uma resposta rápida para o dilema da baixa produtividade da indústria brasileira. Para sua primeira fase de execução, estão previstos R$ 50 milhões em investimentos, dos quais R$ 25 milhões foram aportados pelo MDIC e os outros R$ 25 milhões pelo SENAI.

Para participar, a empresa deve preencher os seguintes requisitos:

  • Estar dentro das cidades participantes do Estado de São Paulo;
  • Ter entre 11 e 200 funcionários (confirmados via GEFIP – Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social);
  • ter seu CNAE (Código Nacional de Atividade Empresarial) dentro da listagem definida dos setores participantes do programa (Metalmecânica, Vestuário, Alimentos e Calçados).

 

Verifique se sua empresa atende os requisitos para participação, entre na página do Programa e cadastre-se!

Página do programa Brasil + Produtivo

Exportar Calendário


Você pode exportar os eventos da escola para o Apple iCal, Microsoft Outlook ou Google Calendar.

Fechar